Pedro Mafama em Entrevista para a Sic Notícias.

Pedro Mafama em entrevista para o Cartaz da SIC Notícias a falar sobre o seu concerto no Super Bock em Stock. Palco com curadoria de Rui Miguel Abreu.

https://sicnoticias.sapo.pt/cultura/2018-10-31-A-Curadoria-Ciencia-Ritmica-Avancada-regressa-ao-Super-Bock-em-Stock 

LAGARDÈRE E MESES SÓBRIO APRESENTAM OS SEUS PRIMEIROS TRABALHOS DIA 20 DE OUTUBRO NO SABOTAGE CLUB

Ás de Espadas apresenta:
Uma batalha que ficará para sempre na história da música portuguesa!
Dia 20 de Outubro no Sabotage Club, em Lisboa:

!!!LAGARDÈRE VS MESES SÓBRIO!!!

Duas bandas em ascensão no panorama musical português, dois lançamentos, um concerto de apresentação.

De um lado,

Composto por três membros que querem prestar a sua homage ao músico que criou tudo, Henri de LaGardère. Com um disco quase a sair do forno, já a 12 de Outubro, “No lugar do fim do mundo”, com hits como “Camila Casali” (que faz parte do disco de Novos Talentos Fnac de 2018) e “Amiguinha”. Pesando no total 195 Kg, os fora da caixa, os lutadores de boxe dos anos 30, os LAGARDÈRE!

Do outro lado do ringue,

Um trio novato, mas não menos experiente e com os seus truques na manga. Com o EP “Folha” acabado de lançar, a 14 de Setembro, uma aceitação dos media incrível, a passar em várias rádios nacionais, uma das bandas escolhidas para fazer parte do Festival Termómetro deste ano. Com um total de 210 Kg, os viajantes, os incríveis, os “o nosso nome é uma mentira”, os MESES SÓBRIO!

Abertura de portas: 22h00

O sino para a luta toca às 22h30.

LET’S GET READY TO RUMBLE!

 

LaGardère – Malandro

 

Meses Sóbrio – Rio

Meses Sóbrio lançam primeiro EP e primeiro single

 

“Folha” é o nome do primeiro EP de Meses Sóbrio, lançado hoje em simultâneo com o single “Rio” que já toca nas rádios nacionais.

Este é um lançamento apenas digital que tem o selo da Ás de Espadas, responsável pela produção, gravação e mistura do EP.

Meses Sóbrio são uma banda portuguesa que funde rock com elementos de eletrónica. É composta por Manuel Perdigão (guitarra, teclado), João Fernandes (bateria) e Miguel Rosa (voz, guitarra e teclado). Após um longo mas frutuoso período inicial de descoberta musical e definição de identidade, iniciado em 2017, a banda começou a trabalhar no que viriam a ser os temas deste primeiro EP “Folha”.

Com inspiração nas atmosferas viajantes de bandas como os The Doors, Pink Floyd ou Tame Impala, este projecto pretende criar uma sonoridade orgânica e eclética, que abra portas a várias sensações e interpretações.

7/10 “Meses Sóbrio são capazes de mostrar um trabalho com componentes, tanto de estética como de construção, bastante evoluídos para um primeiro EP. Percebe-se que querem percorrer caminhos vários para encontrar o seu som. As influências e as referências estão lá e são fáceis de identificar. Esta viagem pode levá-los a muitos locais exóticos ou a conhecer pessoas diferentes, só resta perceber como eles vão usar essas influências para construir o seu som no futuro.” Rodrigo Castro in Punch Magazine

Ouvir o EP aqui

 

Trunfos na manga para 2018

Em 2018 o Ás de Espadas quer afirmar-se ainda mais no mercado musical nacional.

Queremos continuar a ajudar bandas mais pequenas a dar o salto e às bandas maiores a continuar o bom trabalho até hoje.

Acreditamos que estamos num país com um nível artístico acima da média e queremos dar a oportunidade a quem trabalhar connosco de chegar mais longe e espalhar a sua música pelo país fora.

Depois de muitos meses de preparação, conseguimos agora oferecer – para além dos nossos serviços como Management e Promoção/Comunicação – Agenciamento/Booking a todas as bandas que estejam connosco em regime de Management e também dispomos agora do nosso Estúdio, onde todas as bandas/artistas (incluindo as nossas) possam aproveitar a oportunidade de gravar/misturar/masterizar as suas músicas com a melhor qualidade possível e a par do mercado.

2018 será um ano em cheio para nós certamente.

Primeiro Single de Lagardère já disponível!

Primeiro single de LaGardère, mais uma banda com o selo Ás de Espadas e estarão hoje a apresentar-se ao vivo na Fnac do Chiado às 18:30.

Instrumentais gravados e produzidos por Diogo Rodrigues e Vitor Teixeira @ Estúdio Cuca Monga
Vozes gravadas e produzidas por Vitor Teixeira no nosso Estúdio.
Misturado por Vitor Teixeira.
Masterizado por Tiago Carvalho Poison Apple Studios

Video por VIDEOLOTION
Realizado por: Joana Peralta e Victor Ferreira

Ver aqui:

 

Ás de Espadas agora com Estúdio próprio.

Nós no Ás de Espadas queremos dar a oportunidade e a acessibilidade às nossas bandas e a outras de puderem gravar os seus trabalhos com a qualidade que o mercado exige, tudo isto a preços a baixo da média comparando com estúdios de topo, mas nunca pecando na qualidade.

Oferecemos agora serviços de Produção, captação, gravação, mistura e masterização aos nossos clientes. Fazemos também trabalhos de edição (baterias, guitarras, baixo, vozes e outros instrumentos), afinação de vozes e reamping the instrumentos (guitarra, baixo). Tudo isto com material de estúdio digno de um estúdio profissional, como o nosso.

Temos também acesso privilegiado a parceiros de excelência de estúdio se o artista assim o desejar.

“Localizado no centro de Lisboa, o pequeno Estúdio do Ás de Espadas almeja retirar das suas bandas e outras, todo o potencial inerente nelas mesmas. Tudo isto, com um estúdio com o melhor material do mercado e um Produtor e técnico com anos de experiência e com o seu nome já bem conhecido no mercado. Trabalhamos também em parceria com outros Estúdios e Produtores portugueses.”

Para mais informações: vitor@asdeespadas.pt

SEASE  A BANDA DE OEIRAS TRAZ DE VOLTA O TRIP-HOP COM “ONDA”, O PRIMEIRO SINGLE RETIRADO DO EP “WAVE MOTION”

Sease, que editaram em Maio do ano passado o primeiro longa duração, “The Way The Waves Hit the Beach”, sentiram que ainda tinham muito para dar e mostrar. Pegando em material novo, composto depois do lançamento do álbum, surge um apêndice do mesmo onde se nota a constante evolução natural da banda.

“Wave Motion” (primeiro trabalho com selo Ás de Espadas)  é composto por três novas músicas que se distinguem entre si, sem deixar de se ouvir a marca da banda em nenhuma delas. O EP abre com “Satori”, que une uma sonoridade diferente do que a que banda de Oeiras nos habituou, com a já conhecida mistura de texturas e sons orgânicos com a electrónica. Segue-se “Manta”, uma faixa onde a falta de letra não impede que os ouvintes percebam a mensagem que os músicos tentam transmitir. O trabalho termina com o single “Onda”, que remete aos ritmos brasileiros e afro-latinos do álbum e nos empurra para a pista de dança ao mesmo tempo que apresenta complexidade nas guitarras e no trabalho vocal.

Depois de um 2017 em grande, com o seu primeiro álbum e singles em tops nacionais do melhor que se fez nesse ano, incluindo “melhor faixa nacional”para Alex D’alva Teixeira, vocalista dos D’alva, o trio composto por Miguel LaureanoRita Navarro e Gonçalo Vasconcelos traz de volta o Trip-Hop a terras lusas e além fronteiras.

O EP foi gravado, produzido e co-misturado por Miguel Laureano, guitarrista da banda e também gravado, misturado e masterizado por Vitor Gomes Teixeira no estúdio do Ás de Espadas.
O videoclipe deste primeiro single foi também realizado e editado pela banda, numa abordagem mais pessoal, inteiramente rodado em Oeiras onde vivem e fazem música juntos.

DESCARREGAR TEMA “ONDA” + MATERIAL PROMOCIONAL
Ver videoclipe de “Onda” aqui
[MELHOR FAIXA NACIONAL] “Sambino” de Sease por Alex D’alva Teixeira in Rimas e Batidas

“Este é, provavelmente, um dos segredos mais bem guardados de Lisboa! O álbum de estreia, The Way The Waves Hit The Beach, foi uma das maiores surpresas que tive este ano, e não há mesmo outra forma de descrever: é absolutamente surpreendente como é uma banda com tão pouco tempo de existência e com talentos tão jovens consegue criar algo tão belo! Os Sease são capazes de criar uma combinação da electrónica contemporânea mais vanguardista que ouvimos com sons orgânicos milenares e ritmos do mundo aliados a outras influências jazzísticas e uma sensibilidade pop-progressiva e atmosférica. A música deles é absolutamente única e “Sambino” é amor à primeira audição.”

Sobre  a banda: 

Em 2013 Miguel Laureano, Rita Navarro e Gonçalo Vasconcelos começam a compor em conjunto e adoptam o nome SEASE.
O grupo conheceu-se no secundário onde começou a ser criado o EP de estreia “When Lost At The Ocean, A Fellow Comes Out” lançado em Março de 2015 em formato digital para download gratuito no Bandcamp. Não tardou o início do planeamento do primeiro álbum. Depois de alguma rodagem por diversas salas da capital nasce “The Way The Waves Hit The Beach” em Maio de 2017. Neste trabalho a banda de Oeiras mostra-se mais madura e solta num álbum onde se fazem ouvir as influências da música latina e africana juntamente com as novas tendências da música electrónica. Ainda com muita música por mostrar mesmo com o recente lançamento do álbum, já existe um novo trabalho a sair muito em breve.

“TIPSY CHICKEN” É O NOVO SINGLE DE MOONSHINERS. “PROHIBITION EDITION” É PRIMEIRO ÁLBUM DA BANDA E CHEGA ÀS LOJAS EM FEVEREIRO.

Depois do primeiro single ’Hello Again“, os Moonshiners  lançam agora “Tipsy Chicken“, o segundo single retirado do álbum de estreia, “Prohibition Edition“, com edição marcada para Fevereiro de 2018.

Este segundo single — Produzido pela PARIR — faz-se acompanhar de um vídeo realizado por Jorge Ribeiro, onde a cor fica à responsabilidade de Ricardo Adrêgo.
“Tipsy Chicken”  narra a história de uma galinha que assalta a adega dos Moonshiners para dar uma festa de arromba no seu galinheiro. Embriaguez, folia e dança são alguns dos ingredientes deste novo vídeoclipe, que vem mostrar mais uma vez o coração da banda.
“Tipsy Chicken” conta ainda com a participação de Bruno Barreto no baixo, Gabriel Neves no saxofone, João Sêco no trombone e faz parte deste primeiro álbum gravado e masterizado por Hugo Grave.

Em 2018, com dois EPs editados e dois singles revelados ,”Hello Again” e “Tipsy Chicken“, os Moonshiners, constituídos por Gamblin’ Sam (voz e harmónica), Susie Filipe (bateria) e Vítor Hugo (voz e guitarra), preparam-se para editar “Prohibition Edition”, o seu primeiro álbum, em Fevereiro. Este novo trabalho, composto por 10 canções muito diferentes entre si, rítmica e melodicamente é a síntese da convivência musical da banda desde o início.

Em 2017, actuaram no Eurosonic Noorderslag (Holanda), o maior festival profissional de música europeia, no Veszprémi Utcazene Fesztival (Hungria) e fizeram uma tour pelo norte de Espanha.

Descarregar tema “TIPSY CHICKEN” + Press Kit Moonshiners
Moonshiners
Ver Vídeo “Tipsy Chicken”
Sobre a banda:
Os Moonshiners, constituídos por Gamblin’ Sam (voz e harmónica), Susie Filipe (bateria) e Vítor Hugo (voz e guitarra), surgem em Aveiro, no início de 2012. Sob a alçada de influências tão distintas como Bob Dylan e Morphine, a sua musica destaca-se pelas harmónicas estridentes e riffs explosivos.
Em Outubro de 2013, após uma longa digressão de norte a sul de Portugal, os Moonshiners lançam o seu primeiro EP, homónimo, composto por seis canções originais sobre whisky e cerveja, conversas entre Deus e o Diabo e réquiens de amor falhado. De volta à estrada, passam por festivais como ”]ardins Efémeros”, ”0ffBeatz’ e “Vagueira Surf Fest’.
2015 abre com o lançamento do seu segundo EP, “Good News For Girls Who Have No Sex Appeal’, que conta com a participação especial de Paulo Furtado [The Legendary Tigerman). Ao longo de sete faixas inéditas, este segundo trabalho deslinda uma banda mais madura, consolidada e sobretudo viajada, que alcança novas direcções, sem perder o destino original. Desde temas mais caóticos e electrizados, como “Louie”, até aos mais melódicos, como ”Man on Wire”.
Em 2017, actuam no Eurosonic Noorderslag (Holanda), o maior festival profissional de música europeia, no Veszprémi Utcazene Fesztival (Hungria) e fazem uma tour pelo norte de Espanha. Durante o mês de Outubro é lançada uma cassete com 2 temas do álbum “Prohibition Edition”.